Os equipamentos e máquinas estão entre os principais elementos de uma indústria, já que é através deles que é possível obter as peças e produtos oferecidos. A manutenção de tais equipamentos é um procedimento de suma importância para manter seu perfeito funcionamento.

Pode-se ter a ideia de que apenas as manutenções corretivas são necessárias, as quais se recorre quando é preciso consertar alguma peça que quebrou naquela máquina, seja um acoplamento magnético, uma correia ou mesmo um parafuso ou porca que se soltou, mas a manutenção preventiva também se faz muito importante.

Além disso, a substituição de equipamentos também é outro ponto essencial, que nem sempre está presente no planejamento da companhia, mas pode resultar em vantagens competitivas interessantes.

Entenda como as manutenções e atualizações são imprescindíveis para indústrias de todos os portes e segmentos e veja como fazer um bom planejamento em prol da produtividade e da eficiência da empresa.

Por que é importante recorrer às manutenções e atualizações?

Para que seja possível manter a segurança das atividades desempenhadas pela empresa, ao mesmo tempo que sua produtividade e eficiência estarão em níveis máximos, o que é determinante para o seu sucesso no mercado.

Veja quando é recomendável recorrer às manutenções e quando a melhor solução é a atualização do maquinário.

Manutenções preventivas e corretivas

Cada máquina deve ter um cronograma de manutenções preventivas, que são aquelas que visam ao encontro de defeitos em potencial e, então, consertá-los antes          que venham a se manifestar, o que resulta em um custo mais baixo e também na redução do downtime, que é o tempo em que as máquinas ficam paradas.

Isso faz com que a incidência de manutenções corretivas seja reduzida, mas, ainda assim, elas podem ser necessárias, seja por mau uso do equipamento ou mesmo por defeitos que não tenham sido identificados nas averiguações preventivas.

Seja uma manutenção preventiva ou corretiva, para a substituição de um acoplamento magnético ou componente mais simples, ou mesmo para trocar todo o motor ou sistema elétrico, é essencial que o procedimento seja feito o mais rápido possível, de modo que a produtividade da empresa e a segurança dos operadores não sejam prejudicados.

Substituição das máquinas

Nem sempre as manutenções são a melhor opção, principalmente quando se trata de máquinas muito antigas ou que já apresentam modelos novos, cuja capacidade, produtividade e segurança são significativamente maiores. Quando isso acontece, é recomendável realizar a substituição dos equipamentos.

Um ponto que nem sempre é planejado pelos diretores e gestores é o fato de que equipamentos que estejam em perfeito funcionamento também podem precisar ser substituídos, o que é indicado quando a troca resultará em vantagens competitivas para a indústria.

Por exemplo, se um determinado equipamento consegue produzir 300 peças por hora e um equipamento mais novo pode levar essa capacidade produtiva para 450 peças por hora, o acréscimo será de 50%, o que, por sua vez, resulta em maiores lucros e um menor custo por peça.

Pesquise as características de novos equipamentos e analise se a troca vale a pena ou não. Por mais que seja preciso fazer um investimento muitas vezes elevado, isso pode resultar em uma lucratividade interessante para a indústria.

Opte pelas manutenções e substituições no momento ideal e obtenha os melhores benefícios

Saber como se planejar para uma manutenção industrial, é importante, mas também é preciso entender que há momentos em que equipamentos novos são a melhor opção. Para garantir o sucesso da indústria, é essencial saber como lidar com essas questões.

Quando precisar de manutenções para os seus equipamentos, conte com a Top Componentes e cada um de seus itens, como acoplamento magnético, acoplamento falk, atuadores, esteiras, correntes e outros componentes da mais alta qualidade. Clique aqui para acessar o blog da Top Componentes e conferir conteúdos que podem ajudar na gestão da sua indústria!

Posts Relacionados