Acoplamento


Conheça mais sobre os acoplamentos

Os acoplamentos são primordiais para muitos dos mais variados processos industriais.

Acoplamentos são componentes e conexão que servem para realizar a interação entre dois maquinários. Existem diversas aplicações para os acoplamentos, sendo que as mais comuns são:

  • Unir eixos
  • Reduzir vibrações
  • Absorver e minimizar choques
  • Transmissão de torque
  • Evitar forçar rolamentos dos motores dos maquinários
  • Permitir a manutenção no eixo movido ou eixo matriz individualmente

Em termos gerais, os acoplamentos são formados por discos de metais (flanges) por onde os eixos são fixados. Nesses discos, existe um espaço chamado de “cubo”, que é onde os eixos são encaixados. Também existem os “elementos”, que ligam os flanges.

Podemos separar os acoplamentos em dois grupos: Os acoplamentos permanentes (fixos) e os acoplamentos comandáveis (comutáveis), que funcionam obedecendo a um comando.

Os acoplamentos “permanentes” funcionam conectando eixos de máquinas que não serão desconectados durante o funcionamento da máquina. Podem ser subdivididos em “rígidos” e “flexíveis”. Os rígidos não possuem qualquer tipo de flexibilidade. Sendo assim, são acoplamentos que só podem ser usados quando os equipamentos estão alinhados paralelamente. Já os flexíveis, permitem que haja movimentação.

Por sua vez, os acoplamentos “comutáveis” realizam movimento e transmitem força através de um comando. Esses mecanismos operam segundo o princípio de atrito e recebem o nome de embreagens de freios.